Páginas

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Irã proíbe jeans apertado, unha comprida e tatuagem em algumas universidades!

Gif de amigas
O Irã impôs um código islâmico de vestuário mais rigoroso para algumas universidades, que proíbe mulheres de usaram unhas longas, cores chamativas e tatuagens, informou uma agência de notícias local nesta segunda-feira.
A agência semi-oficial Fars publicou uma lista de universidades no Irã que receberam uma mensagem explicando o novo código, mas não disse como elas foram selecionadas.
 Gif de amigas
As novas regras proíbem mulheres de “usarem bonés ou chapéus sem lenços, jeans justo ou curto, e piercing no corpo”, exceto brincos, informa a Fars.
O texto diz que tatuagens, unhas compridas, joias nos dentes e cores chamativas também foram banidas.
O novo código também proíbe os rapazes de tingirem o cabelo, fazerem a sobrancelha, usarem roupas apertadas, camisas com “mangas muito curtas” e joias, diz a Fars.
O Irã tem travado uma campanha nacional contra influências culturais do Ocidente. Sob a lei islâmica imposta após a revolução de 1979, as mulheres têm de cobrir o cabelo em público e vestir roupas longas e largas.
As autoridades têm intensificado os esforços antes dos meses quentes de verão, quando as mulheres tendem a usar roupas mais leves e véus de cores chamativas, em geral puxados para trás para mostrar o cabelo.
Nos últimos anos, as medidas enérgicas também se estenderam à moda de inverno, incluindo calças femininas consideradas justas demais e homens com corte de cabelo espetados “em estilo ocidental”.
As jovens, especialmente nas áreas urbanas mais abastadas, costumam desafiar as restrições ao usar roupas justas e véus coloridos que mal cobrem o cabelo. As regras continuam menos desafiadas em áreas pobres de subúrbio ou rurais.
Gif
Fonte: Folha

Igreja Batista diz que “Deus odeia Ozzy Ousborne”, durante show do cantor


Ozzy Ousborne 157x200 Igreja Batista diz que Deus odeia Ozzy Ousborne, durante show do cantorOzzy Osbourne não passou ileso por Kansas City (EUA), local onde esteve fazendo show. A Igreja Batista de Westboro fez protestos durante o evento do cantor de rock metal.

A instituição declarou que “Deus odeia Ozzy Osbourne. Ele promove toda a podridão e rebelião que pode. Tem o rancor de chamar a igreja de Jesus Cristo de maligna por avisar a todos sobre o destino desse mundo arruinado”.
A igreja liderada pelo pastor Fred Phelps, usou a música “Crazy Train” para falar quão “maligno” é Ozzy Ousborne. O cantor declarou estar enojado pela utilização de suas músicas para promover “mensagens de ódio e maldade”.

Alguém tem razão?
 Gif de sapo

Fonte: Gospel Prime

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Quando um casamento pode ser declarado nulo?

Amor: 7
O matrimônio é um sacramento e, com tal, foi instituído por Cristo e confiado à Igreja, esta, a fim de corresponder a confiança que lhe foi depositada, utiliza de meios para se assegurar que a celebração dessa união seja válida, verdadeira, e que a sacramentalidade do matrimônio não seja profanada, ou tornada impura, conforme prescreve o cânon 1508: “O matrimônio é produzido pelo consentimento legitimamente manifestado entre partes juridicamente hábeis; esse consentimento não pode ser suprido por nenhum poder humano”.

Amor: 8
O consentimento válido, feito por pessoas juridicamente hábeis e na forma prevista em lei são os três requisitos básicos para que possa existir um verdadeiro matrimônio. A ausência de um desses requisitos torna o matrimônio inválido, nulo, ou seja, sem efeito jurídico.
O primeiro requisito diz respeito ao consentimento válido, significa que se ambos ou um dos noivos não tinham o desejo espontâneo, livre e verdadeiro de se unir a outra pessoa, trata-se de um matrimônio nulo por vício do consentimento.
No que tange o segundo requisito, se mesmo querendo casar, não eram juridicamente hábeis, ou seja, possuíam um impedimento legal para celebrar um verdadeiro matrimônio, trata-se de um matrimônio nulo por impedimento dirimente.
E por último, se não forem observadas as formalidades previstas pela lei, o matrimônio é considerado nulo por falta de forma canônica.
Todos os itens arguidos no processo de Nulidade Matrimonial devem ser rigorosamente analisados e estudados a fim de alcançar a tão desejada certeza moral que conduz os juízes a prolatar uma sentença, seja ela em favor do vínculo matrimonial ou não.
Amor: 8

Capítulos de Nulidade
Uma união pode ser declarada nula por três motivos fundamentais que serão dispostos na ordem que encontramos no Código de Direito Canônico:
a)    Impedimentos dirimentes (cânones 1083-1094);
b)    Vício de consentimento (cânones 1057 e 1095-1102);
c)    Falta de forma canônica na celebra­ção do matrimônio (cânones 1108-1123).

a) Impedimentos dirimentes (cânones 1083-1094)
Capítulo III, Dos impedimentos dirimentes em especial
1.      Idade (cânon 1083)
2.      Impotência (cânon 1084)
3.      Vínculo (cânon 1085)
4.      Disparidade de culto (cânon 1086; cf. cânones 1124s)
5.      Ordem Sacra (cânon 1087)
6.      Profissão Religiosa Perpétua (cânon 1088)
7.      Rapto (cânon 1089)
8.      Crime ou Conjuncídio (cânon 1090)
9.      Consangüinidade (cânon 1091)
10.    Afinidade (cânon 1092)
11.     Honestidade pública (cânon 1093)
12.     Parentesco legal – adoção (cânon 1094)

b) Vício de consentimento (cânones 1057 e 1095-1102)
Capítulo IV, Do consentimento Matrimonial
1.      Falta de capacidade para consentir (cânon 1095)
2.      Ignorância (cânon 1096)
3.      Erro (cânones 1097-1099)
4.      Cânon 1097 – Erro de pessoa
5.      Cânon 1098 e 1097 § 2 – Esterilidade
6.      Cânon 1098 – Dolo
7.      Cânon 1099 – Erro nas propriedades essenciais do matrimônio
8.      Simulação (cânon 1101)
9.      Violência ou medo (cânon 1103)
10.    Condição (cânon 1102)
c) Falta de forma canônica na celebra­ção do matrimônio – (cânones 1108-1123).
Religião: 2 Amor: 7


George Antunes de Abreu Magalhães
Advogado Canônico
Tribunal Eclesiástico Interdiocesano de Niterói
georgemagalhaes@gmail.com
Fonte: Presbíteros

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Luteranos pedem perdão aos menonitas.

Mapa dos Luteranos pelo mundo.

Mapa dos Luteranos pelo mundo.


A Assembléia da Federação Luterana Mundial (FLM) programou celebração na qual pedirá perdão a Deus e aos irmãos menonitas de tradição anabatista, pela perseguição que foram vítimas no século XVI. Anabatistas foram executados por seguidores do reformador Martim Lutero.
A notícia é da Agência Latino-Americana e Caribenha de Comunicação (ALC)
A Comissão Internacional de Estudos Luterana-Menonita (2005-2008) levantou essa parte dolorosa da história, conduzindo os luteranos ao reconhecimento das injustiças então cometidas e da falsa imagem construída sobre os anabatistas, que perdura até hoje.
Com base nesse estudo, o Conselho de FLM foi unânime em aprovar, na sua reunião de outubro de 2009, o encaminhamento do pedido de perdão aos menonitas, embora persistam diferenças teológicas entre as duas famílias denominacionais.
http://4.bp.blogspot.com/_MaAg7Y5GVPw/SIu-1Euep0I/AAAAAAAABTM/FYnEM0wmXtM/s400/perdao.gif
o amor vence todo ódio!
Fonte: http://www.comshalom.org/blog/carmadelio/14077-luteranos-pedem-perdao-aos-menonitas

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Ivete Sangalo tem participação no novo Cd da banda católica “Dominus”.

A cantora Ivete Sangalo gravou participação especial no novo CD da Banda Dominus. Junto com ela, Pe. Fábio de Melo também participou da gravação da música que dá nome ao CD, não estou sozinho, oitavo trabalho do grupo mineiro que há vinte e dois anos evangeliza através da música com alegria, ritmo e inovação.
A turnê de divulgação do novo CD começou neste mês  e já é um sucesso. A Banda Dominus é presença marcante e uma das mais esperadas no Festival Halleluya que acontece nos final das férias de Julho,em Fortaleza.
Mais sobre a Banda Dominus:
O grupo também já  foi atração por 4 anos consecutivos em Buenos Aires, Argentina. Esteve em Santiago, no Chile em um show para mais de 10 mil pessoas, além de ter se apresentado na França e nos EUA. Devido a estas e outras experiências, o grupo pôde perceber o quanto a arte envolve as pessoas. Em 2001, fundou então a Associação “Arte pela Paz”, uma entidade sem fins lucrativos que realiza trabalhos sociais com centenas de jovens carentes de Belo Horizonte, através da musica, dança e esporte.
 
E para abrilhantar ainda mais está trajetória de sucesso, o grupo foi convidado a se apresentar no encontro do Papa Bento XVI com os jovens do Brasil, que aconteceu no dia 10 de maio de 2007 no estádio do Pacaembu em São Paulo, durante a visita do pontífice ao país. Estavam presentes cerca de 40 mil jovens.
Fonte: Blog Ancoraudouro

Terapeuta cristã pode perder licença por ter ajudado gay a deixar homossexualidade!!!


Lesley Pilkington é uma terapeuta cristã britânica que ajudou algumas pessoas a deixarem a homossexualidade. No entanto, o exercício da sua profissão pode ser vetado ao ser acusada de exercer mala práxis médica por homofobia.
Pilkington deverá comparecer diante um painel de ética profissional e enfrentar a perda de seu credenciamento com a Associação Britânica para Aconselhamento e Psicoterapia (BACP, sigla em inglês). Ela havia aceitado o desafio de “transformar” um homem gay que disse ser, aquele, momento de mudar de sexualidade.
A terapeuta foi visitada por Patrick Strudwick, que havia pedido ajuda para transformar-se em heterossexual, mas na realidade era um jornalista disfarçado e defensor dos direitos homossexuais. O jornalista levava escondido um gravador com o objetivo de registrar tal situação.
Pilkington se define como cristã devota e afirma que “entende o assunto” porque seu filho é gay e também já atendeu em torno de dez pacientes utilizando apenas o programa “Esforços para mudança de orientação sexual” durante a última década.
Nas gravações das sessões com o Sr. Strudwick, ele pergunta se ela vê a homossexualidade como uma “enfermidade mental, um vício, um fenômeno antirreligioso”.
Ela respondeu: “É tudo isso”.
Strudwick denunciou a terapeuta para a BACP, que colocou em andamento um procedimento disciplinar contra a denunciada. O jornalista acusa a terapeuta de “orar a Deus para que o curasse de sua homossexualidade e que tivesse uma agenda na qual não houvesse espaço para ela”.
Por outro lado, Pikington acusa o jornalista de gravações ilegais e de trapaças, e espera superar o mal momento. Sua defesa está financiada pelo Centro Jurídico Cristão. 
Fonte: Gospel Prime

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

De como o diabo ama a verdade!

Tem gente que diz que o Diabo é muito burro, tem gente que diz ser ele muito esperto. Os do primeiro time, alegam que sua burrice consiste em não submeter-se a Deus e querer ser igual a Ele. Os da segunda turma alegam que ele quase sempre nos consegue enganar. Se me perguntassem, diria que não importa sob qual perspectiva, ele é muito pouco inteligente, ou, no mínimo, muito pouco sábio, porque com relação ao reconhecimento da soberania de Deus, foi derrotado antes de nossa criação e, com relação a enganar-nos, certamente sairá perdendo ...SE – e este é o desafio! – SE, pela graça de Deus, nós dermos a vitória ao Senhor de nossas vidas.
 Para isso, algumas virtudes, dons e frutos do Espírito Santo são essenciais: fortaleza, temor de Deus, prudência, sabedoria e o hoje em dia tão esquecido discernimento dos espíritos. Partilho brevemente com vocês a “semente de bananeira” que tenho colhido ao longo das milhares de lutas destes 28 anos de caminhada com relação ao discernimento dos espíritos e a ação do maligno, conhecido aqui no Nordeste como “cão”. É a mesma partilha que fiz com os formadores pessoais e comunitários de Fortaleza, em uma tentativa de auxiliar o desmascaramento de sua ação em nossas vidas e no meio de nós.
 Veja bem: o diabo ama a verdade. Parece heresia, não é? O próprio Jesus, em Jo 8,42, diz que ele é o pai da mentira. Como, então, amaria a verdade? Deixa de ser heresia quando você se lembra de que, para ele, amar significa “amar-se”, isso é, buscar sempre o próprio proveito, o próprio gosto, o próprio prazer. Assim, ele ama a verdade ao seu jeito: para aproveitar-se dela com a finalidade de enganar o homem e levá-lo a dirigir a si próprio o seu amor, isto é, o desejo de servir a si mesmo.
 Para entender melhor, observe: o demônio sempre parte de uma verdade. De preferência uma verdade constatável, mensurável. Por exemplo: “Seu marido chegou tarde, hoje”, ou: “As estruturas da comunidade e da obra são inadequadas”, ou ainda: “Você está se acabando! O tempo está passando!”. O ponto de partida é quase sempre uma verdade constatável, aparente. Basta olhar no relógio e ver que o marido chegou tarde. É suficiente fazer um exame objetivo para verificar que as estruturas de autoridade de comunidade e de organização da obra são inadequadas. Um exame breve vai-lhe fazer constatar que, de fato, você está se acabando e o tempo está passando: o espelho denuncia, seu corpo e mente cansados atestam.
 Até aí, nada de pernicioso ou ambíguo. O que vem a partir daí é que são elas...
 Partindo de uma verdade - o marido que chegou tarde, por exemplo - posso ter duas posturas divergentes. Ou eu faço um escarcéu e o ponho para fora de casa a ameaçá-lo um rolo de abrir massa, ou espero que ele acorde às duas da tarde do dia seguinte para conversarmos sobre o ocorrido e tratarmos de nos reconciliar. O primeiro é o caminho do orgulho. O segundo, o do amor. O primeiro é o mais fácil, é tudo o que eu quero em minha fraqueza, é a vingança que me “justifica” e satisfaz. O segundo é o mais difícil. É tudo o que não quero em minha carne, em meu orgulho, em minha fraqueza: perdoar ao invés de me vingar, amar ao invés de odiar. O segundo caminho, o do amor, traz morte para si mesmo e sofrimento momentâneo que logo passa e dá lugar à paz. A primeira via, a do orgulho, traz morte e sofrimento nesta vida e na outra. Nunca passa e tira a paz para sempre. Foi o caminho que o demônio escolheu a partir da verdade – a santidade de Deus, sua beleza e onipotência – mas reagindo a ela a partir do orgulho e da cegueira que ele causa. É o orgulho que gera a cegueira e a reação de ódio. O orgulho é a terrível raiz!
 A postura do amor, não somente resolve o problema no momento de prova, no momento em que constatamos a verdade e, aos poucos, no futuro, mas também deixa o pensamento e os sentimentos livres e pacificados para ocuparem-se em amar mais. A atitude do ódio, além de agravar o problema naquele momento e no futuro, escraviza o pensamento e envolve os sentimentos em um turbilhão sem fim de críticas, julgamentos, maledicências, insônia, rancor, ressentimento... um trailler do inferno!
 Postura do amor: “É verdade. Ele chegou tarde. Sua atitude me humilha, me fere, vai contra os meus príncípios. Porém, por amor a Deus, decido responder com amor. Decido responder evangelicamente. Decido, com a graça de Deus, dar a outra face. Sei que isso não significa fazer de conta que nada aconteceu. Sei também que não significa inventar desculpas para a atitude dele como se ele fosse um abobalhado sem vontade. Não! Ele errou e é responsável por seu erro. Quanto a mim, sou responsável por amá-lo em seu erro, sem exigir que ele mude para ser amado. Em vez de fazer um escarcéu, um drama, vou esperar que ele acorde para conversarmos na caridade em vistas do perdão”.
 Postura do orgulho que gera desconfiança e ódio: “Ah, desgraçado! Isso é hora de chegar! Aposto que estava com outra mulher! A camisa está toda amassada! Ele não me engana! Por isso é que estava com um sorriso amarelo, ontem! Por isso é que, anteontem, não parava de falar no celular! Por isso é que não quis jantar três dias atrás! Aliás, nem presente de aniversário ele me deu! Tem mesmo outra o sem-vergonha! Vou acordá-lo com uma boa bolacha na cara e exigir que ele se retrate ou suma de vez!”
 Veja: são duas posturas opostas a partir de uma mesma verdade. À primeira, conduziu o Espírito de Amor. À segunda, incitou o demônio. Na primeira, a fraqueza natural (concupiscência) foi vencida por amor a Deus e o caminho escolhido foi a porta estreita proposta a todo cristão, sem exceção, como caminho de amor. Resultado: frutos do Espírito, caridade, sofrimento momentâneo provocado pela luta contra o orgulho e egoísmo e paz duradoura.
Na segunda, a fraqueza natural (concupiscência) deu entrada à tentação e foi vencida por ela, pelo amor a si mesmo. O caminho escolhido foi o caminho largo, a porta larga, pelo qual passam os covardes, os perdedores, os orgulhosos, os que não se vencem a si mesmos, mas deixam-se vencer por qualquer insinuação da tentação e fraqueza. Resultado: frutos da carne, desamor, sofrimento estéril e prolongado.
A partir de uma verdade, de uma realidade constatável, cabe a você ou bem escolher o caminho largo do desamor, que é, na verdade, orgulho que cega e leva ao egoísmo, amor a si mesmo, ou bem o caminho estreito do amor que prefere livremente morrer para que o outro viva, que decide livremente amar o imperfeito, o pecador, o não amável, como recomendam os Escritos em “Amor Esponsal”. Pelo amor ao não amável você identifica-se com Jesus Esposo que escolheu amar e unir-se exatamente... ao imperfeito, ao pecador. (escrevo sobre isso de outra vez, em homenagem ao Damião).
Este mesmo princípio – tão simples! – aplica-se à vida comunitária, ao relacionamento com as autoridades e estruturas da vocação e da obra. Exigir deles a perfeição para amá-los, seria infantil, uma exigência típica da adolescência, que bate o pé e exige “o pai perfeito”, “a mãe perfeita”, “o mundo perfeito” e, afetiva ou até fisicamente, afasta-se deles, quer fugindo de casa, quer agredindo-os, quer refugiando-se em seu mundo adolescente de música alta, quarto escuro e fechado, televisão e Internet dia e noite e fantasias de onipotência, perfeição, grandeza. O adolescente não enxerga seus próprios limites e imperfeições, mas crê ter a solução para todos os problemas da humanidade e acredita piamente que faria diferente no lugar dos seus pais. Se não fosse sua imaturidade natural, tornar-se-ia ridículo em seu orgulho.
Também com relação à comunidade e à obra, o demônio toma por base uma realidade evidente, como, por exemplo: as cartas e pedidos demoram a ser discernidos; as coisas não são bem explicadas; a alimentação não é adequada. A partir desta verdade facilmente constatável, estamos, novamente, diante de duas estradas. Uma estreita, que é a do amor ao imperfeito, a esperança que justifica e explica a “paciência histórica” e que é o fundamento da confiança nos irmãos e seu desejo de acertar. Esta aperta, humilha, faz doer nosso orgulho que exige tudo perfeito. A outra, larga, que é a do amor a si mesmo, a do orgulho que se expande à solta, em críticas, julgamentos, falatórios e propostas de soluções unilaterais para resolver o problema. O fruto da estrada larga: desconfiança e conseqüente divisão, desesperança, desistência, pecado, infidelidade, desestímulo, ódio. O fruto da estrada estreita: confiança apesar de tudo (como a de Jesus para com Pedro, que o negou); unidade renovada “para o que der e vier”; esperança de que, juntos, vivendo a radicalidade do evangelho, conseguiremos acertar; purificação dos nossos impulsos para o pecado; fidelidade à vocação; re-escolha da vocação; novo entusiasmo, amor.
 A cada dia, em sua vida, você vai encontrar-se diante de situações desagradáveis facilmente constatáveis. A cada vez, você terá que reagir. Em cada situação, poderá escolher uma das duas portas, uma das duas estradas. Diante de você há uma realidade a ser acolhida, verdadeiramente amada por Deus, que aponta sempre a estrada estreita de morrer para si para que o outro vida. Esta mesma realidade a ser acolhida é falsamente amada pelo demônio que a toma por plataforma para destruir você e aquilo que você ama e oferece a estrada larga do mundo, da carne, do orgulho disfarçado.
 Volta a velha história do Deuteronômio: diante de você, o bem e o mal. As duas estradas de que fala Jesus. Uma, a estreita, conduz à vida. Outra, a larga, conduz à perdição. Sob os seus pés, no vértice da bifurcação, está a realidade, nem sempre agradável. Que caminho você escolhe?
 Pessoalmente, por vezes escolhi o largo, por vezes o estreito. A cada vez que, com a melhor das intenções, escolhi o largo, encontrei a morte da caridade, da vocação, da paz. A cada vez que, ainda que chorando e gemendo, escolhi o estreito, encontrei a vida da caridade, da vocação e da paz. O fato de eu ter pecado e errado tantas vezes, o fato de Deus me ter levantado e lavado meus olhos com a lama da humildade, o fato de eu amar o carisma, a vocação e você me dão a autoridade de indicar-lhe o melhor caminho. Deus o abençoe.      

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
por Maria Emmir Nogueira, Co-fundadora da Comunidade Shalom ,
Comunidade Católica Shalom


  •  

  • Primeiro passo para conhecer a Biblia é ler a própria Biblia!


    Você tem Sete Chaves que abrem o seu coração para ler a Bíblia de forma libertadora, agradável e correta. Estas chaves são fáceis de se encontrar, pois elas estão simbolizadas em seu próprio corpo.
    Com as "Sete Chaves" você encontra a Palavra de Deus que está na Bíblia e na vida e entenderá melhor o sentido escondido atrás das palavras.
    Veja só:
                                                         
    1) Pés: Bem plantados na realidade.
    Para ler bem a Bíblia é preciso ler bem a vida, conhecer a realidade pessoal, familiar e comunitária do país e do mundo. É preciso conhecer também a realidade na qual viveu o Povo da Bíblia. A Bíblia não caiu do céu prontinha. Ela nasceu das lutas, das alegrias, da esperança e da fé de um povo (Ex 3,7).
    2) Olhos: Bem abertos.
    Um olho deve estar sobre o texto da Bíblia e o outro sobre o texto da vida. O que fala o texto da Bíblia? O que fala o texto da vida? A Palavra de Deus está na Bíblia e está na vida. Precisamos ter olhos para enxergá-la.
    3) Ouvidos: Atentos, em alerta.
    Um ouvido deve escutar o chamado de Deus e o outro escutar o seu irmão.
    4) Coração: Livre para amar.
    Ler a Bíblia com sentimento, com a emoção que o texto provoca. Só quem ama a Deus e ao próximo pode entender o que Deus fala na Bíblia e na vida. Coração pronto para viver em conversão.
    5) Boca: Para anunciar e denunciar.
    Aquilo que os olhos viram, os ouvidos ouviram e o coração sentiu a palavra de Deus e a vida.
    6) Cabeça: Para pensar.
    Usar a inteligência para meditar, estudar e buscar respostas para nossas dúvidas. Ler a Bíblia e ler também outros livros que nos expliquem a Bíblia.
    7) Joelhos: Dobrados em oração.
    Só com muita fé e oração dá para entender a Bíblia e a vida. Pedir o dom da sabedoria ao Espíri to Santo para entender a Bíblia.

    Regras de ouro para ler a Bíblia
    1) Leia-a todos os dias.
    Quando tiver vontade e quando não tiver também. É como um remédio, com ou sem vontade tomamos porque é necessário.
    2) Tenha uma hora marcada para a leitura.
    Descobrir o melhor período do dia para você e fazer dele a sua hora com Deus.
    3) Marque a duração da leitura.
    O ideal é que seja de 30 a 40 minutos, no mínimo, por dia.
    4) Escolha um bom lugar.
    É bom que se leia no mesmo lugar todos os dias. Deve ser um lugar tranqüilo, silencioso que facilite a concentração e favoreça a criação de um clima de oração. Se, num determinado dia, não se puder fazer o trabalho na hora marcada e no lugar escolhido, não faz mal. Em qualquer lugar e em qualquer hora devemos ler. O importante é que se leia todos os dias.
    5) Leia com lápis ou caneta na mão.
    Sublinhe na sua Bíblia e anote no seu caderno as passagens mais importantes, tudo o que chamar a sua atenção, as coisas que Deus falou ao seu coração de modo especial. Isto facilita encontrar as passagens qua ndo precisar delas.
    6) Faça tudo em espírito de oração.
    Quando se lê a Bíblia faz-se um diálogo com Deus; você escuta, você se sensibiliza, você chora. É um encontro entre duas pessoas que se amam.
    "Quando oramos falamos a Deus.
    Quando lemos as Sagradas Escrituras é Deus quem nos fala."
    por Jaime Francisco de Moura  

    - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
    por
    www.padrelucas.com.br


    terça-feira, 18 de janeiro de 2011

    Psicóloga evangélica é entrevistada por padre em programa de TV!


      Marisa Lobo é psicóloga Cristã, Pós graduada em saúde mental, escritora com 2 livros publicados "Como Fazer de seu Filho uma Criança Feliz", e "Porque as Pessoas Mentem", e já está na editora seu 3º livro muito esperado "Psicopata da Fé", que promete causar muita polêmica e já está sendo muito aguardado, no meio cristão evangélico.
    Não é só no meio evangélico que Marisa Lobo é reconhecida, além de palestrar em universidades, como PUC/Pr., Opet, Santa Cruz, Positivo, órgãos Públicos e representar o Delegado Francischini em muitas reuniões e palestras. Marisa Lobo tem sido muito requisitada pela CNBB, para palestras sobre sexualidade da família e prevenção às drogas nas igrejas Católicas de todo Paraná.
    Recentemente foi convidada a representar o eleito Deputado Federal Delegado Fernando Francischini no programa EVANGELIZAR do Pe. Reginaldo Manzotti, que vai ao ar dia 27 de novembro às 7:00 Hs da manhã na BAND em rede nacional.
                      Gif de amizade
    A entrevista foi feita pelo próprio Pe. Reginaldo Manzotti. Ao ser questionada sobre "o que fazer?", "como tratar a dependência química, já que tudo o está sendo feito parece não estar dando muito resultado?", Marisa Lobo não teve dúvidas e respondeu: "falta Deus padre! Pais que criam seus filhos na igreja, não terão no futuro que visitá-los numa prisão ou numa comunidade terapêutica. Falta Jesus na vida dessas famílias". O padre deu uma gargalhada e encerrou o programa feliz, alegre.
    Após o término da gravação do programa, o Pe. Reginaldo expressou gratidão. Leandro seu produtor aproveitou e convidou Marisa Lobo para um próximo programa falar sobre o livro "Porque as Pessoas Mentem" e pediu em seguida, orientação sobre o assunto.
    Marisa saiu da gravação testemunhando que "Deus ouviu suas preces", pois sempre teve desejo em seu coração de falar aos católicos, e, ultimamente Marisa é constantemente convidada para palestrar, ministrar, em igrejas, creches e até num convento em santa Catarina foi convidada para dar um treinamento para 80 freiras, que fazem caridade com meninas vítimas de violência e drogas.
    Disse Marisa, "O que mais gosto disso tudo, é que Deus me tem dado coragem, discernimento e muito amor por estas pessoas, não agredindo, não falando contra sua doutrina, fé, apenas sobre o maravilhoso amor de Jesus e o compromisso com Ele, sua posição no mundo espiritual como único e verdadeiro Salvador, no final sempre as pessoas pedem para os padres autorização para orar pela sua igreja, e os padres não só dão como pedem orações, eles me respeitam muito, estes dias fui ministrar na homilia da Igreja Santo António do Boa Vista, a igreja chorou muito e oramos foi uma benção, como agradecimento o padre mandou me dar todo cobertor que eu precisava, é que ele ficou sabendo na sacristia que eu precisava de cobertores para atender uma comunidade terapêutica e me deu 34 cobertores, foi um milagre porque eu estava pedindo a Deus, onde poderia conseguir, Deus é maravilhoso e trabalha de maneiras totalmente inesperadas. Deus é Deus. rsrs"

    Fonte: RadioGospelOnline

    Protestante assume presidência da Academia de Ciências do Vaticano!


    O Papa Bento XVI nomeou um não-católico, o prêmio Nobel Werner Arber, protestante suíço, como novo presidente da Academia Pontifical de Ciências. O anúncio oficial da Santa Sé aconteceu neste sábado. Trata-se de uma inovação na história da instituição, fundada em 1603.
    Arber, 81 anos, geneticista e especialista em biologia molecular, sucede ao italiano Nicola Cabibbo, falecido em agosto passado.
    O cientista suíço, mestre no 'Biozentrum da Universidade de Bâle', obteve o Prêmio Nobel de Medicina em 1978 pela descoberta da enzima de restrição - um mecanismo de defesa das bactérias contra agentes infecciosos - junto com os americanos Hamilton O. Smith e Daniel Nathans. É membro da Academia pontifical desde maio de 1981 e participa de seu conselho de direção.
    Nos anos 1960, Arber também descobriu enzimas que permitem cortar o DNA, suporte do código genético, em locais precisos e em partes menores, tais como verdadeiras "tesouras moleculares".
    Academia Pontifical de Ciências
    Trinta cientistas que receberam o Nobel fazem parte da Academia Pontifical de Ciências, herdeira da Academia de Lyunx, fundada pelo príncipe mecenas Federico Cesi, promotor do telescópio de Galileu.
    A instituição se interessa pela pesquisa científica fundamental e por problemas da ética, principalmente nas questões ambientais. Os 80 cientistas que a compõe são todos nomeados pelo papa.
                   Irmãos em Deus
    Fonte: Com Agência France-Presse / Veja

    Irã proíbe produção de presentes do Dia dos Namorados!

                                  Gif de rato
    TEERÃ (Reuters) - O Irã proibiu a produção de presentes do Dia de São Valentim (Dia dos Namorados nos Estados Unidos) e de qualquer promoção do dia que celebra o amor romântico, para combater o que vê como sendo a difusão da cultura ocidental, anunciou a mídia iraniana.
    A comemoração do dia 14 de fevereiro, que ganhou o nome de um santo cristão, não é oficialmente proibida, mas representantes da linha dura já lançaram vários avisos sobre a difusão corruptora de valores ocidentais.

    Pelas leis islâmicas vigentes no Irã, casais não casados não são autorizados a ficar juntos sozinhos.
                          Gif
    O sindicato de proprietários de gráficas divulgou uma instrução sobre a proibição imposta pelas autoridades e que cobre coisas como cartões e caixas com os símbolos de corações ou rosas vermelhas.
    "Honrar celebrações estrangeiras é a difusão da cultura ocidental", disse o presidente do sindicato, Ali Nikou Sokhan, segundo a agência de notícias Ilna. "Nosso país tem uma civilização antiga e vários dias para honrar a bondade, o afeto e o amor."
    O Dia de São Valentim vem ganhando popularidade entre os jovens iranianos e garantindo lucros para empresas, em um país onde 70 por cento da população tem menos de 30 anos e não se recorda da revolução islâmica de 1979 que derrubou o xá, que era apoiado pelos EUA.
    "É proibido imprimir ou produzir qualquer produto ligado ao Dia de São Valentim, incluindo cartazes, folhetos, cartões, caixas com símbolos de corações, metade de corações, rosas vermelhas, ou quaisquer atividades que promovam esse dia", diz a instrução.
    Alguns nacionalistas sugeriram que o Dia de São Valentim seja substituído por "Mehregan", uma festa iraniana celebrada desde a era pré-islâmica. Mehr significa amizade, afeto ou amor.
                                                   Gif
    Fonte: http://br.noticias.yahoo.com/s/reuters/110118/mundo/mundo_ira_dia_namorados

    segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

    Humor Católico: Tudo sobre ingestão de vinho – Igreja Católica

    Acabemos de vez com certos mitos ofensivos, é preciso desmistificar alguns preconceitos acerca da ingestão do vinho. A Universidade de Tôdiporre, após longos anos de pesquisas atesta:

                          
    1.    O VINHO PODE MATAR? Pode. Há uns anos, um rapaz foi atingido por um barril de vinho que caiu de um caminhão levando-o à morte instantânea.

    2.    O USO CONTINUADO DO ÁLCOOL PODE LEVAR AO USO DE DROGAS MAIS PESADAS? Não. O álcool é a mais pesada das drogas: uma garrafa de vinho pesa cerca de 900 gramas.
               bebado
    3.    O VINHO CAUSA DEPENDÊNCIA PSICOLÓGICA? Não. Cerca de 89,7% dos psiquiatras, psicólogos e psicanalistas entrevistados preferem cerveja.

    4.    MULHERES GRÁVIDAS PODEM BEBER SEM RISCO? Sim. Está provado que nas operações STOP a polícia nunca faz o teste do balão às grávidas.

    5.    O VINHO PODE DIMINUIR OS REFLEXOS DOS MOTORISTAS? Não. Experiência com mais de 500 condutores: foi dada uma grade com garrafas de vinho para cada um abrir e beber. As últimas foram abertas e bebidas no mesmo tempo gasto com as primeiras. Em nenhuma das garrafas os reflexos foram alterados.

    6.    A BEBIDA ENVELHECE? Sim. A bebida envelhece muito depressa. Se deixar uma garrafa de vinho aberta de um dia para o outro, altera o paladar e o aroma e chega mesmo a avinagrar passadas algumas semanas.

    7.    O VINHO CONDICIONA NEGATIVAMENTE O RENDIMENTO ESCOLAR? Não, pelo contrário. Algumas universidades estão a aumentar os lucros com a venda de vinho a copo nas cantinas e bares.

    8.    O QUE FAZ COM QUE A BEBIDA CHEGUE AOS ADOLESCENTES? O estudo confirma que, em primeiríssimo lugar, é o empregado do restaurante.

    9.    O VINHO ENGORDA? Não. Tu é que engordas.

    10.  O VINHO CAUSA PERDA DE MEMÓRIA? Que eu me lembre, não!

    A piada até que é boa, mas todos nós sabemos que o uso do álcool só é bom para desinfetar ferimentos, por isso continue só no refrigerante.    
                        Coletânea de Gifs do Fotas! Gifs Engraçados

    Enviado por: Jose Maria Barbosa

    domingo, 16 de janeiro de 2011

    Será verdade que Deus proibiu mesmo fazer imagens de santos?

    A  Arca da Aliança, que Deus ordenou que Moisés mandasse construir para uso pela religião verdadeira do povo judeu, mais de dez séculos antes do nascimento de Jesus de Nazaré, era uma mala de 1,10 m. de comprimento por 0,65 cent. de altura, feito de madeira de acácia, revestido de ouro por dentro e por fora, tendo na parte externa e superior ( na tampa ) duas imagens de querubins (espécie superior de anjos) esculpidas em ouro maciço.

    Dentro dessa Arca, seriam colocadas as duas placas de pedra, contendo os Dez Mandamentos, o cajado de Aarão e  um vaso de ouro com o maná (alimento que Deus fizera cair do Céu para alimentar os judeus durante os 40 anos de fuga do Egito, através do deserto).
    Deus disse a Moisés que estaria sempre presente no interior dessa Arca,  e que, "do meio dos dois querubins", Deus afirmou que comunicaria a Moisés tudo o que ele deveria ordenar aos israelitas. Confira no livro do Êxodo, no Capítulo 25, versículos de n°. 10 até n°. 22.
    O livro da Bíblia, chamado Êxodo, relata os acontecimentos ocorridos com os judeus a partir da sua libertação e saída da escravidão, no Egito, em direção à sua pátria, a Palestina.
    O que surpreende nessa mala de madeira e ouro, nesse artefato religioso é a escultura das duas imagens de anjos (querubins)  e o fato de que Deus tenha dito que "do meio dos dois querubins" iria falar a Moisés, ditando-lhe ordens para o povo judeu cumprir, como, na realidade, falou sempre, fazendo-se presente naquele lugar.
    A surpresa está, sobretudo, em ocorrência anterior, na qual, pouco antes desse episódio da ordem para fazer a Arca e as imagens dos querubins, nesse mesmo livro do Êxodo, no Capítulo 20, versículo 4,  Deus proibiu, categoricamente, a confecção de imagens de qualquer tipo, determinando:
    "Não farás para ti imagem esculpida de nada que se assemelhe ao que existe lá em cima, nos céus, ou embaixo na terra, ou nas águas que estão debaixo da terra".
    Ora, como anjos de hierarquia superior, de graduação maior, de acordo com o que a Bíblia menciona, a partir do seu primeiro livro, o Gênesis, até o último dos seus livros, o Apocalipse, os querubins são criaturas espirituais, incorpóreas, santificadas e feitas por Deus para servi-lo, indicando sua presença do próprio Deus em determinado lugar,  sendo nisso diferentes dos anjos e arcanjos, que são apenas emissários, embaixadores de Deus junto aos seres humanos e também seus protetores (cf. o Salmo 91, vers.11 e 12).
    Querubins, como os anjos em geral, são seres criados por Deus e que, no modo de falar da Bíblia, existem "lá em cima, nos céus" e, de acordo com a ordem anterior de Deus, no cap. 20, vers. 4 do mesmo livro do Êxodo, não poderiam ser feitos pelos judeus em imagens!
    Deus, no entanto, logo em seguida, no cap. 25, versículos de 10 a 22, mandou fazer, mandou esculpir essas duas imagens de querubins em metal nobre! 
    Será, então, que Deus voltou atrás, modificou a própria palavra, a ordem anterior, e, assim, se contradisse, ou, será que revogou a proibição de ser feita qualquer espécie de imagem?   
    Nem uma coisa, nem outra, como vamos verificar.
    Ora, Deus afirma, pela própria boca, que  “A minha palavra não volta atrás” - confira no livro do Profeta Isaías, 45,23.
    E é Deus que também garante, com sua própria palavra que “Eu, o Senhor, não mudo” , como se pode verificar no livro do Profeta Malaquias, 3,6.
    No Novo Testamento, é Jesus Cristo que, como Deus em corpo humano, garante que suas palavras não são modificáveis, afirmando: “Passarão os céus e a terra, mas as minhas palavras não passarão”, S.Lucas, 21,33.
    Então, qual é a conclusão que a Bíblia nos deixa como pensamento verdadeiro, como ensinamento verdadeiro a respeito de imagens religiosas da fé cristã?
    Podemos, ou não, fazer imagens, já que Deus disse, primeiro que não, e logo depois mandou fazer as imagens dos dois querubins?
    A resposta está bem clara, ainda que não seja percebida por muitos, sobretudo pelos protestantes, pelos crentes hereges evangélicos.
    É importante que se tenha bem conhecida a verdade divina de que Deus mesmo insiste em falar que  Ele não muda a própria palavra, que Ele não volta atrás, não muda sua ordem.
    Vendo, então, como todos podem ver, que Deus mandou fazer imagens de seres celestiais, de querubins, esse tipo de imagem religiosa, de seres verdadeiros e santificados pelo próprio Deus, não está nem nunca esteve proibida de ser feita.
    Por isso, Deus não mudou sua palavra, porque, na realidade, Ele - quem tem sempre uma palavra firme, que não se modifica nunca !  -  não tinha mesmo falado aquilo que erradamente muitas pessoas não enxergaram, não viram e não entenderam, na Bíblia, e ainda não querem entender!
    O que não podia, e nunca será permitido por Deus de ser feito, é imagem de deuses de mentira, de seres inventados pela imaginação do ser humano, imagem que, por não representar um ser verdadeiro e santificado por Deus, tem o nome adotado pela língua grega e hoje utilizado por todos os verdadeiros cristãos, pelos católicos, tem o nome de ídolo.
          
    Deus, Nosso Senhor, que tem uma palavra firme sempre, sempre, não permitiu nem permite é fazer imagem de ídolo, pois nunca, nunca mesmo proibiu fazer imagem de querubins, que são anjos superiores, criados e santificados por Ele, Deus, como as pessoas que, sendo fiéis à lei de Deus, se tornam santificadas e podem, é claro,  ter suas imagens feitas pelos cristãos, imagens que representam essas pessoas verdadeiras e não inventadas pela mentira humana, porque são seres verdadeiros e, mais do que isso, são pessoas santificadas pela fidelidade e pelo amor a Deus.
          
     
    Vamos guardar na memória esta palavra de Deus, que se encontra também na Bíblia:
    - “Deus não é como o ser humano e, por isso, ele não mente!” 
    Confira no livro bíblico dos Números, 23, 19.

                             
    - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
    por
    Universo Católico

    igreja aconselha mulheres viciadas em pornografia!

    Líder de grupo evangélico americano usa internet para divulgar programa de ajuda.
    Foi a última sessão para as mulheres do Grupo Familiar Westside Contra o Vício em Pornografia, e a mais jovem participante, uma adolescente de 17 anos chamada Kelsie, não havia tido uma boa semana.
    "Deslizei duas vezes", ela disse, sob acenos de cabeça das outras mulheres do grupo. "Decidi que cada vez que me sentir tentada irei falar com Deus", ela afirmou, "então irei orar pelos outros, fazer atos altruístas, para acabar com essa atitude egoísta."
    A líder do grupo, Crystal Renaud, ofereceu um conselho gentil. "Reze por si mesma também," ela disse.
    No amplo leque de programas oferecidos pelas megaigrejas evangélicas como a Westside, o grupo diz que o que Renaud prega é algo que deveria existir há muito tempo. As igrejas lidaram com o uso de pornografia entre os homens em suas congregações e clero, mas um grupo de mulheres que se dizem viciadas em pornografia é algo novo, ela explica.
    "Na cultura cristã, as mulheres não são seres sexuais," disse Renaud, que também coordena um website chamado Dirty Girls Ministries (Ministério de Moças Safadas, em tradução livre), nome escolhido para atrair pessoas em busca de pornografia online. "É uma injustiça que a igreja não seja mais aberta a respeito da sexualidade. Deus criou o sexo. Mas o inimigo desvirtuou sua função".
    orkut e hi5, Abraço bem apertadinho, imagens com humor, abraço engraçado, abraço forte, recados de abraço para myspace
    O workshop Vitória Sobre a Pornografia, que Renaud começou em 2008, é um grupo pequeno. A cerimônia de formatura da semana passada, que marcou o fim de um curso de nove semanas, teve apenas três participantes.
    Mas Renaud decidiu usar a criatividade e fazer uso das possibilidades da internet e de congregações cristãs. "Tantas coisas conseguem atenção viral", ela disse. "Eu uso Facebook e Twitter para impulsionar o tráfego ao site. Com isso, as pessoas fazem o marketing por mim".
    Renaud adota tarefas semanais para controlar o vício, tiradas do livro "L. I. F. E. Guide for Women" (V.I.D.A. Guia para Mulheres), que enfatiza a oração, a companhia cristã e o uso de "parceiros de responsabilidade" para manter um elevado nível de abstinência.
    orkut e hi5, Mulheres sexy, mulher de biquini, roupa íntima, sexo, imagens de mulheres para orkut
    Chanel Yeary, 19, disse que considerou fazer uso de um terapeuta secular mas que o tratamento seria caro demais. Além disso, ela disse, quando era mais nova a terapia teve pouco resultado.
    "Com uma terapeuta você terá de pagar para ela estar ali," ela disse. "Aqui, com a minha parceira cristã eu sei que ela vai estar aqui para mim."
     

    http://ante-et-post.weblog.com.pt/bella.gif

    fonte: NYT/Notícias Cristãs